17 de set de 2009

Ela nasceu no paraíso


''... e sente falta dele. E sempre que a tristeza bate, sente vontade de sentir o cheiro de maresia novamente. Quer deitar na areia fina onde brincou na infância e arrepiar-se com o toque da água gelada em suas pernas... Sente falta de sorrir com
os pinguins que apareciam no inverno e de correr atrás deles como quem corre atrás de uma borboleta... O paraíso lhe traz boas lembranças e muita saudade.
Mas ela não quer voltar de vez, inexplicavelmente gosta de onde está. Encontrou um novo paraíso, não tão lindo como o de origem. E nesse paraíso está escrevendo uma nova história... ''



0 comentários:

Postar um comentário

Muito bom saber sua opinião, obrigada.

 

Jesuéllem Cardoso Copyright © 2010 Design by Ipietoon Blogger Template Graphic from Enakei