28 de mar de 2011

Amar não é pecado - L. Santana.

0 comentários Links para esta postagem
" Eu não sei de onde vem essa força que me leva pra você.
Eu só sei que faz bem mas confesso que no fundo eu duvidei. Tive medo e em segredo guardei o sentimento e me sufoquei. Mas agora é a hora, eu vou gritar pra todo mundo de uma vez...
Eu tô apaixonado ! Eu tô contando tudo e não tô nem ligando pro que vão dizer !
Amar não é pecado ! E se eu tiver errado, que se dane o mundo, eu só quero você !!! "




22 de mar de 2011

Aí já era... [L'

0 comentários Links para esta postagem
''Para pra pensar, porque eu já me toquei. Eu te escolhi e você me escolheu, eu sei.
Tá escancarado, vai negar pro coração? Que você tá com sintomas de paixão!
É quando os olhos se caçam em meio à multidão, quando a gente se esbarra andando em qualquer direção. Quando indiscretamente a gente vai perdendo o chão, vai ficando boboE aí já era é hora de se entregar...
O amor não espera, só deixa o tempo passar.
E fica pro coração, a missão de avisar. E o meu tá dando sinal: tá querendo te amar!''
'


























































''A distância é apenas um teste.''

21 de mar de 2011

Eu quero via de mão dupla.

2 comentários Links para esta postagem
Foi muito rápido, não tive defesa. Olhares, palavras, cheiro, promessas. O que eu tinha à dizer?
Nem sempre eu sou assim, tentando me expressar, mas teu sorriso me afronta, me indaga. É desafiador decifrar seu sentimento. 
Devo admitir, eu gosto, me perco em seu olhar. Perco cada segundo tentando decrifá-lo mas ganho horas de perguntas.                                         



Você me tira a razão...

E esse meu jeito de te estudar sempre vira música; música que só vai.. não volta. Não que você cante menos, sou eu quem canto demais. É muito intenso. Quase uma via de mão unica, canto tanto que quase não ouço. Só vejo. Vejo sorriso, vejo gratidão e reciprocidade. 
Mas eu quero mais. 
Quero você como eu. Alguém melhor que eu.
Exageradamente explosiva, expressiva, demonstrativa e exagerada.. 
Mostra o que tens em mãos... e pelo amor de Deus, não diga que sou eu. Disso já estou cansada de saber.(...)

16 de mar de 2011

O único abraço.

2 comentários Links para esta postagem
Foi com esse abraço que ele me ganhou.
Lembro como se fosse hoje...




''Eu nervosa, com medo do que poderia acontecer, andando em passos largos, falando alto e totalmente desconcertada, na tentativa de tirar aquele clima de romance do ar. E ele lá.. aparentemente calmo e com cara de quem estava tramando algo; Com um 'sorriso nos olhos' e refletindo nos lábios a certeza de que eu já seria dele. Totalmente oposto... passos lentos, racional, sádico e sempre tentando colocar suas mãos em meu ombro, procurando me acalmar e me 'convencer' de que eu precisava parar e me entregar...
Em meio àquela guerra toda, entre tantos contrastes agiu bruscamente. Em um segundo fui mobilizada!
Quando me dei conta, ele estava em minha frente, me segurando pelo braço. Foi um grito de 'STOP' que eu jamais vou esquecer...
De repente, silêncio. Engoli todo aquele nervosismo e só tinha forças para desviar o olhar...
Foi quando senti sua mão direita em minhas costas e a esquerda em meu rosto, tentando pegar minha nuca. Mas eu só sabia dizer não!  Mas não era um NÃO. Era um 'não..' com gosto de ''sim...SIM.''
O primeiro abraço, com o corpo todo. Me senti envolvida da cabeça aos pés. Nosso primeiro abraço.
Meu coração disparou e a voz dele fazia eco dentro de mim.
(...)
O beijei por inteiro... Com meus olhos, ao sentir seu cheiro, ao tocá-lo, ao ouvir a respiração dele deixando de ser afobada e se tornando suspiros...
A partir daquele momento, me senti dentro dele e ele passou a estar dentro de mim."

Que abraço composto é esse que ele carrega? Demorado, gostoso, confortável. Abraço que envolve, que acalma, que beija.
Abraço que teima em tirar minha pose de 'mulher independente' para me tornar uma criança, medrosa, que encontra segurança entre esses braços.  Quem vê de fora, só enxerga o sorriso bobo no meu rosto. Sorriso que transmite a paz e a segurança desse abraço, que só ele tem.

10 de mar de 2011

Descrição.

5 comentários Links para esta postagem

Em Novembro de 2O1O fiz esse texto. Por motivos pessoais e injustificáveis,resolvi apagá-lo. Vasculhando minha caixa de rascunhos o reencontrei e decidi postar novamente.

As circunstâncias teimam em provar o contrário mas o fato ainda é o mesmo. Eu gosto de cada detalhe em você.



Cabelo preto, brilhoso, tão liso que desafia a lei da gravidade.
Pele branca, macia e convidativa. 
Sobrancelhas pretas, grossas, tão cheias que quase se tornam uma.
Olhos escuros, bem desenhados...Confusos. Hora arregalados, outrora puxados, como se quisessem fechar... Responsável pelo olhar meigo, desafiador e duvidoso.
Nariz  arredondado, parcialmente exagerado. Tamanho proporcional ao espirro do perfume em meu pescoço.
Boca macia, lisa, doce, suave, capaz de tirar o fôlego e de fazer voar...
Dentes simétricos, bem cuidados, brancos como leite. 
Sorriso meigo, discreto, delicadamente aberto, perfeito de se admirar.
Voz relativa. Vai de acordo com o  momento: Grave pra conquistar, aguda pra se explicar,  suave pra convencer e neutra pra opinar. Consegue se tornar irritante quando quer expelir razão.
Rosto arredondado, conjunto perfeito de sentido. 
Tato, olfato, paladar e audição me fazendo perder o rumo.
Pescoço perfumado, nuca atraente; ombros largos.
Braços grandes, fora do ''padrão'' masculino mas no tamanho suficiente para me envolver num abraço.
O peito largo me trás segurança, é um ótimo lugar para se estar em momentos de medo.
A batida ritmada do coração me faz sorrir de olhos fechados, tentando imaginar o quanto de mim coube ali dentro.
Suas mãos, firmes, em minhas costas, se tornam suaves e confortantes.
Há todo um conjunto que me faz parar...
Gosto de estar  aqui, tendo um mundo dele à explorar.
Sem pressa, sem medo, sem arrependimento.
Eu não preciso de mais nada.
Estar aqui me faz entender que  não importa o tempo.Não me importa o resto.O que importa é ter alguém pra decifrar.
Descobrir aos poucos me faz querer mais sem ter medo de perder o compasso do som que vem de dentro do peito. Descobrir aos poucos me faz querer mais. Sem pressa, sem medo, sem arrependimento.
Pra muitos, é pouco, não basta. Mas pra mim é o suficiente para estarmos juntos.  

Gotas de Saudade.

0 comentários Links para esta postagem
Encontrei esse texto no meu fotolog. Escrevi em 2009 eu acho.
Foi um dos primeiros textos que fiz pra ele...

9 de mar de 2011

Meu carnaval 2011

1 comentários Links para esta postagem

Foi regado de descansos, sorrisos, suspiros e muito bem temperado.
Teve grito de desespero com insetos estranhos, teve gemidos preocupados de  mãe e de namorada preocupada. Teve risada, muita comida, caldos de preferência,.teve sono, teve dengo, tv e muito sorvete. Muitas fotografias...as mais bonitas só foram capturadas pelos meus olhos.  O visual da estrada, o ronco do motor, o vento no meu cabelo, viajar de moto foi mágico. Teve adrenalina na terra e na água...tudo sutil, tudo mágico. Foi um carnaval atípico.
Inevitável sensação. Inevitável sentimento. Inevitável felicidade.




     

4 de mar de 2011

Cartas - Roupa Nova.

0 comentários Links para esta postagem


"Cartas não olham nos olhos. Foi bem mais fácil escrever. Dentro de cada palavra vai um pouquinho do meu coração. Um verso de amor não conhece a timidez, nem treme na presença de quem ama.
Um verso de amor vai tomar o meu lugar. Quem sabe ele me ajuda a confessar..
Você vai ler que tudo em mim pede o fim do silêncio.
Esperar já não é o bastante. E vai saber que o meu amor é maior que tudo...
E está escrito que é seu pra sempre!
Dentro de cada palavra, eu me desenho inteiro pra você.
Cartas esperam resposta..."










Luka ♫

0 comentários Links para esta postagem


"Então me aceite como sou e não me peça pra mudar essas manias que você já perdoou."
0 comentários Links para esta postagem
Por mais que eu tente te dizer o quanto eu sinto por você, como é possível não saber que eu te quero? 

Sempre houve dois caminhos à seguir, sempre houve uma segunda chance, eu sempre pude escolher como ser feliz mas, sempre,fiz de você a escolha mais importante. Te tornei a chance mais certa. E, acredite, não é por você, é por mim. É puro egoísmo, me perdoe por isso. O problema, ou a solução, é que sei quem posso ser ao seu lado,  sei até onde vou chegar com você, sempre sei até onde posso ir e por mais que eu vá além do permitido, reconheço o lugar onde eu poderia ter parado pra não ultrapassar os limites. E você é o meu limite.
(...)

3 de mar de 2011

Lembrar, com amor.

0 comentários Links para esta postagem

"Lembrar com amor é oferecer, no coração, um sorriso que se expande. É um jeito instantâneo e poderoso de prece. É um modo de abraço, não importa o aparente tamanho da distância, nem as enganosas cercas do tempo. Lembrar com amor é levar a vida, no exato instante da lembrança, ao lugar onde a outra vida está e plantar uma nova muda de ternura por lá." Source 
 

Jesuéllem Cardoso Copyright © 2010 Design by Ipietoon Blogger Template Graphic from Enakei