17 de nov de 2010

Nada

O nada bateu em minha porta. Eu não sei o que fazer. Nada sinto, nada faço, nada, nada.
Meu pé está preso ao chão, nem o vento me derruba, só o nada me perturba.
Eu não quero esse marasmo, esse ver sem enxergar.
Eu quero tudo, eu quero andar.

2 comentários:

Yann Lombardi on 11/17/2010 6:50 AM disse...

Caraca hein,posso te dar uma ideia amor? ESCREVE UM LIVRO! :D

Muito lindo o texto,posso andar junto com você?! :P

Te amo!

jee.cardooso on 11/17/2010 7:09 AM disse...

livro? nao sei se eu tenho tanta coisa assim pra escrever... =/

Postar um comentário

Muito bom saber sua opinião, obrigada.

 

Jesuéllem Cardoso Copyright © 2010 Design by Ipietoon Blogger Template Graphic from Enakei